No episódio de hoje,Zamiliano, Jones Manoel e Marina Gouvêa irão falar desse filme brasileiro que tem feito muito sucesso e algumas polêmicas por aí: Bacurau. Seu ouvir, ouça na paz.

Edição: Zamiliano

Seja você nosso padrim também em http://padrim.com.br/revolushow e concorra ao sorteio de um livro mensal, a partir de R$5,00, e tenha acesso a nossa newsletter a partir de R$10,00; ou através do PicPay em https://www.picpay.com/

LINKS

E quando a violência revolucionária não é no cinema?

 

Cupons de Desconto

SAGRADASHOW – 20% de desconto nos seguintes livros da Boitempo: A Sagrada Família – Marx & Engels + A Ideologia Alemã – Marx & Engels + Curso livre Marx-Engels – Zé Paulo (org) + A teoria da Revolução no jovem Marx – Michel Lowy + Karl Marx e o nascimento da sociedade moderna – Heinrich + Marx e Engels como Historiadores da Literatura – Lukacs + Para uma ontologia do ser social 1 – Lukacs + Para uma ontologia do ser social 2 – Lukacs + A Teoria da Alienação em Marx – Meszaros + Em torno de Marx – Leandro Konder + Os despossuídos – Marx + Crítica da Filosofia do Direito de Hegel – Marx + Sobre a Questão Judaica – Marx + Manuscritos Econômico-filosóficos – Marx + A Situação da Classe Trabalhadora na Inglaterra – Engels + Manifesto comunista – Marx & Engels + Manifesto comunista/Teses de abril – Marx & Engels, Vladímir I. Lênin + Marx e a crítica do modo de representação capitalista – Jorge Grespan (válido até 31/10/2019)

revolushow2019 – 15% de descontos nos livros da Editora Baioneta

REVOLUSHOW – 10% de descontos nos livros da editora Ciências Revolucionárias

REVOLUSHOW – 20% de desconto nos livros da NovaCultura

REVOLUSHOW10 – 10% Descontos em todas as camisas da Camisa Crítica

REVOLUSHOW – 20% Descontos em todas as camisas socialistas da Sublimo

REVOLUSHOW10 – 10% Descontos em todas as camisas da Veste Esquerda

 

Clube do Livro

1- Novacultura.info

2- Expressão Popular

 

Trilha sonora: Enxugando o Gelo by BNegão & Seletores de Freqüência is licensed under a Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0 Brazil License. Disponível em: https://bit.ly/30dbBjv

-SSX DIGITAL-

www.ssxdigital.com.br

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

14 comentários em “60 – Bacurau”

  1. Zemiliano é de onde hein? Provavelmente sudestino né…….. “esqueceu” o filme inteiro e isso bem no início do episódio. Desestimula demais. E num conhecer Lia de Itamaracá?? Melhore bixo

    1. Sim, sou do Sudeste, bem como nossa convidada. Esqueci parte de cenas do filme e sinto muito se isso te desestimulou. No que tange conhecer Lia de Itamaracá: eu sou obrigado a conhecer? Quem sabe um dia eu “melhore”

  2. FERNANDO BROETTO LATORRE

    Cara, o Jones não consegue ser didático nesse e em quase todos os episódios.
    A explanação inicial dele, como disse o Zamiliano, vai longe e não se propõe a esclarecer ou a levantar discussão.
    Vai mencionando aspectos, esses com conclusões pouco objetivas, o que não me parece adicionar para uma discussão conjunta, mas mostrar repertório e marcar uma posição dentro do grupo.

  3. Excelente episódio.
    Deu vontade de ver o filme (e olhá que já vi).
    O Jones coloca uma crítica do caralho no começo aos ideólogos liberais e a hipocrisia do “pacifismo” deles.
    MAS foi feito numa “talagada só”, seria mais didático se fosse mais diálogado e com palavras menos acadêmicas.

  4. Camaradas, vcs poderiam comentar o documentário “Estou me guardando para quando o carnaval chegar” que trata da vida de trabalhadores fabris de uma pequena cidade de Pernambuco?

  5. Ouvindo vocês falarem sobre a diferença entre as violências só me ocorria o poema “Anedota búlgara”, do Drummond.

    Muito bons, o filme e o programa.

    Abraço, camaradas.

  6. Esqueceram de citar que bacurau é primeiramente uma distopia capitalista liberal que vende vidas. Deixando claro a cena em que está uma cena na Televisão aonde tem escrito(não lembro bem) “ao vivo: execuções as 16h” e hã uma multidão por trás.
    O coletivismo contra o individualismo estrangeiro .

    Bacurau no museu deixa claro que cidade de coitero, coitero de cangaceiros, fazendo o irrigamento da cultura sertaneja nordestina e ao povo nordestino como ele é usando de persogens. E tirando esse estereótipo de que o nordestino é cabeça chata

  7. O filme não tem nada de subjetivismo, ele deixa claro tudo que quer dizer por meio de nuances. Por muito do contrário ele quer por meio da distopia mostrar o que é real. A mensagem centra é clara, a gente teve o publico sim, o filme veio a calhar pelo sistema político pivativista que temos. A relação do povo com o prefeito deixa clarissimo a mensagem central

  8. Alguém que possa me ajudar….
    O Jones citou a metáfora do Losurdo sobre o cristão que morde o testiculo de um leão, no minuto 31. Onde encontro isso? Está em algum livro do Losurdo? Eu estou escrevendo uma tese sobre o cristianismo da libertação em Sergipe. Adoraria citar essa metáfora. Alguém pode me mandar?
    Abraços!

  9. Olá camaradas,
    Vocês poderiam me dizer em que livro do Losurdo aparece a citação dita por Jones sobre o cristão que morde os testículos do leão?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.