62 – Salário, Preço e Lucro

No episódio de hoje, Zamiliano traz nosso time de economistas composto de José Luis Alcantara Filho, Marina Gouveia e Leonardo, para falarem desse discurso de Marx sobre o Salário, o Preço e o Lucro!

Edição: Zamiliano

Seja você nosso padrim também em http://padrim.com.br/revolushow e concorra ao sorteio de um livro mensal, a partir de R$5,00, e tenha acesso a nossa newsletter a partir de R$10,00; ou através do PicPay em https://www.picpay.com/

 

Cupons de Desconto

revolushow2019 – 15% de descontos nos livros da Editora Baioneta

REVOLUSHOW – 10% de descontos nos livros da editora Ciências Revolucionárias

REVOLUSHOW – 20% de desconto nos livros da NovaCultura

REVOLUSHOW10 – 10% Descontos em todas as camisas da Camisa Crítica

REVOLUSHOW – 20% Descontos em todas as camisas socialistas da Sublimo

REVOLUSHOW10 – 10% Descontos em todas as camisas da Veste Esquerda

 

Clube do Livro

1- Novacultura.info

2- Expressão Popular

 

Trilha sonora: Enxugando o Gelo by BNegão & Seletores de Freqüência is licensed under a Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0 Brazil License. Disponível em: https://bit.ly/30dbBjv

-SSX DIGITAL-

www.ssxdigital.com.br

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

2 comentários em “62 – Salário, Preço e Lucro”

  1. Muito bom o episódio! Maravilhosa a participação da Marina Gouveia, trazendo para o debate de forma construtiva e assertiva as limitações da “consciência possível” de Marx. Mesmo sabendo que ele era um homem muito além do seu tempo/espaço e que, sem o materialismo dialético por ele estruturado, talvez não fosse possível vislumbrar as lacunas referentes às questões de gênero e raça da obra marxiana, é obrigação dos marxistas, enquanto seres sociais da atualidade, iniciar qualquer reflexão com esta crítica,

    Espero que a Marina volte outras vezes.

  2. Muito bom o episódio! Maravilhosa a participação da Marina Gouveia, trazendo para o debate de forma construtiva e assertiva as limitações da “consciência possível” de Marx. Mesmo sabendo que ele era um homem muito além do seu tempo/espaço e que, sem o materialismo dialético por ele estruturado, talvez não fosse possível vislumbrar as lacunas referentes às questões de gênero e raça da obra marxiana, é obrigação dos marxistas, enquanto seres sociais da atualidade, iniciar qualquer reflexão com esta crítica,

    Espero que a Marina volte outras vezes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.