74 – O aporrinhador

No episódio de catarse coletiva de hoje, Zamiliano, Larissa Coutinho, Jones Manoel e os convidados Poderoso Porco e Espectro, irão falar sobre suas experiências pessoais com pessoas que fazem a aporrinhação sua missão de vida.

Edição: Zamiliano

Seja você nosso padrim também em http://padrim.com.br/revolushow e concorra ao sorteio de um livro mensal, a partir de R$5,00, e tenha acesso a nossa newsletter a partir de R$10,00; ou através do PicPay em https://www.picpay.com/

 

Links
O Anti Dimitrov – https://www.cienciasrevolucionarias.com/pagina-de-produto/francisco-martins-rodrigues-anti-dimitrov

 

Cupons de Desconto

REVOLUSHOW35 – 35% de desconto no livro O Anti Dimitrov da editoda Ciências Revolucionárias

#REVOLUSHOW – 20% de desconto em todo o site da Editora Boitempo pelo link www.boitempoeditorial.com.br/revolushow (válido até dia 31/08)

revolushow2019 – 15% de descontos nos livros da Editora Baioneta

REVOLUSHOW – 10% de descontos nos livros da editora Ciências Revolucionárias

REVOLUSHOW – 20% de desconto nos livros da NovaCultura

REVOLUSHOW10 – 10% Descontos em todas as camisas da Camisa Crítica

REVOLUSHOW – 20% Descontos em todas as camisas socialistas da Sublimo

REVOLUSHOW10 – 10% Descontos em todas as camisas da Veste Esquerda

 

Clube do Livro

1- Novacultura.info

2- Expressão Popular

 

Trilha sonora: Enxugando o Gelo by BNegão & Seletores de Freqüência is licensed under a Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0 Brazil License. Disponível em: https://bit.ly/30dbBjv

 

-SSX DIGITAL-

www.ssxdigital.com.br

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

5 comentários em “74 – O aporrinhador”

  1. Márcia Maria de Almeida

    Descobri o Revolushow hoje e gostei muitoi!! Já acompanho o canal do Jones Manoel no youtube., mas percebi aqui que a turma é grande e boa demais. .Parabéns a todos! Gratidão pelos compartilhamentos! Aprendo muito com vocês.

  2. Pedro Ferronato Gomes

    Tem hater usando vcs de escada isso sim. Usam a crítica contra vcs pra alavancarem engajamento nas redes sociais pessoais ou em podcasts concorrentes. Oportunistas! hahahaha

  3. Daniel Kenji Nagamine

    Uma correção a fala do jones quanto ao behaviorismo: trata-se de uma corrente americana, enquanto Ivan Pavlov era russo.. Os estudos de Pavlov foram importantes para o behaviorismo, embora descobertas similares tenham sido feitas pelo fundador do behaviorismo: John B. Watson. Behaviorismo nas ciências humanas acabou virando um termo “palavrão”, como “positivista” ou “comunista”, o que acaba descartando a importância tanto de Pavlov quanto do behaviorismo. Pavlov foi importantíssimo para estabelecer a psicologia russa de onde veio Vygostky, O behaviorismo foi (e ainda é) importante para criticar o idealismo no pensamento psicológico, já que por ser um campo ainda hoje bastante desconhecido há muita confusão entre o senso comum religioso (psi -> alma/espirito) e a ciência, e portanto a formulação ideologicamente carregadas de modelos psicológicos (behavior é comportamento em inglês, e Watson fez seu “Manifesto Behaviorista” propondo que o estudo da psicologia devia ser o estudo do comportamento, não o estudo da “mente”,, posto a indefinição desta ultima) .
    Nem Pavlov nem Watson trabalhavam com reforçamento. Eles trabalhavam com o reflexo condicional (tradicionalmente se usa reflexo “condicionado”), chamado condicionamento clássico. O behaviorismo citado por Jones já é o de Skinner, de décadas depois, que batizou seu pensamento “behaviorismo radical” , onde tentou desenvolver o pensamento materialista de Watson. Aí então há a o “condicionamento operante” por reforçadores e punições. Nos comentadores equivocados, frequentes na pedagogia, licenciaturas e mesmo nos cursos de psicologia é comum confundir punição com reforço negativo, porque mesmo Skinner usou de forma confusa o termo, mas é o primeiro sinal de que a pessoa não sabe o que é behaviorismo quando ela fala em reforço negativo como se fosse punição, De minha parte acho Skinner ingênuo em muito, mas com muitas criticas válidas ao idealismo (ele chama “mentalismo”) dentro da psicologia.
    O materialismo do momento histórico de Watson e Pavlov gerou muitas ficções cientificas caricatas, mas foram essenciais para o desenvolvimento inclusive das neurociências e de uma psicopatologia mais técnica e menos moralista em moldes religiosos e importante não olhar para eles com anacronismo. Na minha opinião, inclusive, Skinner tinha muito de Marxista em plenos EUA da guera fria, analisando o controle econômico do salário, por exemplo, propondo sociedade alternativa pautada na ciência, por exemplo,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.