Dicionário Marxista 008 – Ditadura do Proletariado

No episódio de hoje, Zamiliano traz nosso querido Jones Manoel para falar de um dos termos mais incompreendidos e deturpados do marxismo: a Ditadura do Proletariado.

Edição: Zamiliano

Seja nosso padrim e concorra a sorteios mensais de livros, a partir de R$5 ao mês em: hhttp://www.padrim.com.br/revolushow

LINKS

O Estado e a Revolução

Crítica ao Programa de Gotha

Fundamentos do Leninismo – A Ditadura do Proletariado

História da Revolução Russa

O Estado no centro da mundialização

Poder Político e Classes Sociais

Revolução e Contra-revolução no Chile

As Portas da Revolução

 

Clube do Livro

1- Novacultura.info

2- Expressão Popular

 

Cupons de Desconto

TRABALHADORASHOW – 20% de descontos nos seguintes livros da Boitempo: A classe trabalhadora + A educação para além do capital + A ideologia alemã + A origem da família, da propriedade privada e do Estado + A sagrada família + A situação da classe trabalhadora na Inglaterra + Anti-Dühring + As armas da crítica + Curso livre Marx-Engels + As lutas de classes na Alemanha + Manifesto comunista + Manifesto comunista/Teses de abril + Marx pelos marxistas + O caracol e sua concha + O continente do labor + O privilégio da servidão + O socialismo jurídico + Os sentidos do trabalho + Para além do capital + Riqueza e miséria do trabalho no Brasil + Riqueza e miséria do trabalho no Brasil, vol. 2 + Riqueza e miséria do trabalho no Brasil, vol. 3 + Sobre a questão da moradia + Trabalho e dialética (válido até 30/09/2019)

CLASSESHOW – 20% de descontos nos seguintes livros da Boitempo: A classe trabalhadora + A educação para além do capital + A ideologia alemã + A origem da família, da propriedade privada e do Estado + A sagrada família + A situação da classe trabalhadora na Inglaterra + Anti-Dühring + As armas da crítica + Curso livre Marx-Engels + As lutas de classes na Alemanha + Manifesto comunista + Manifesto comunista/Teses de abril + Marx pelos marxistas + O caracol e sua concha + O continente do labor + O privilégio da servidão + O socialismo jurídico + Os sentidos do trabalho + Para além do capital + Riqueza e miséria do trabalho no Brasil + Riqueza e miséria do trabalho no Brasil, vol. 2 + Riqueza e miséria do trabalho no Brasil, vol. 3 + Sobre a questão da moradia + Trabalho e dialética (válido até o dia 01/09/2019).

revolushow2019 – 15% de descontos nos livros da Editora Baioneta

#revolushowantifascista – 20% de desconto em todos os livros da Autonomia Literária

REVOLUSHOW – 10% de descontos nos livros da editora Ciências Revolucionárias

REVOLUSHOW – 20% de desconto nos livros da NovaCultura

REVOLUSHOW10 – 10% Descontos em todas as camisas da Camisa Crítica

REVOLUSHOW – 20% Descontos em todas as camisas socialistas da Sublimo

REVOLUSHOW10 – 10% Descontos em todas as camisas da Veste Esquerda

 

Clube do Livro

1- Novacultura.info

2- Expressão Popular

 

Trilha:

Só Pra Ver Sambar by Diogo Cadaval is licensed under a Attribution-NonCommercial-ShareAlike License. Disponível em: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/4.0/

Ho Hay by BNegão & Seletores de Freqüência is licensed under a Attribution-Noncommercial-Share Alike 3.0 Brazil License. Disponível em: http://freemusicarchive.org/music/BNego__Seletores_de_Freqncia/

 

-SSX DIGITAL-

www.ssxdigital.com.br

Compartilhe este Post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

3 comentários em “Dicionário Marxista 008 – Ditadura do Proletariado”

  1. Oi, boa tarde!

    Estou lendo “O Bem Viver” de Alberto Acosta, e há uma passagem que diz o seguinte:
    “O mercado, enquanto estrutura de dominação, responde e serve aos interesses concretos e às aspirações dos atores sociais vinculados ao poder nacional e internacional. Transformou-se no espaço onde se desenvolve o poder dominador das construções humanas: é um de seus maiores ídolos. Por isso, sem negar a utilidade que pode ter o mercado, há que desmontar seu real poder simbólico e conceitual. Isso, claro, não nos conduz a produzir uma visão extremamente estatista da economia”.

    Isso em algum grau poderia ser um aceno à forma Marxista de se conceituar a ditadura, no caso da ditadura da burguesia, que o Jones explicou?

    Adorei o episódio e todos os outros desse quadro! Continuem, por favor!

  2. Eu já ouvi dizer que a concepção de Marx sobre o socialismo foi fortemente influenciada pela experiência da Comuna de Paris. Também já li que a Comuna teria sido não um Estado em si, mas um anti-Estado, com diversos elementos políticos que frearam a tomada da revolução por um grupo que fosse servir de líder. Logicamente esse episódio foi curto demais pra podermos tirar muitas conclusões sobre a luta operária revolucionária. Mas eu gostaria de saber se os grupos organizados que reivindicam a revolução hoje, no Brasil e no Mundo, entendem que o socialismo deva ser dirigido por um grupo coeso, ou se esses elementos mais organizados levam em conta uma multiplicidade de atores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.